[ editar artigo]

Por que meu filho anda tão agressivo?

Por que meu filho anda tão agressivo?

 

 

As crianças absorvem as emoções dos adultos que estão a sua volta. Elas não têm recursos para formular e expressar em palavras o que as incomodam.

A criança não consegue chegar para o pai ou a mãe e dizer: “Mãe, entendo que preciso me frustrar. Não vou mais bater em ninguém quando for contrariado.”

Faz parte do desenvolvimento infantil reagir às diferentes emoções, e eles nem sabem muito bem porque agridem, simplesmente sentem que algo não vai bem internamente e a maneira que encontram para mostrar isso é reagindo às vezes com choro, às vezes com manha, mas muitas vezes com agressividade.

É importante para a família refletir sobre como estão essas emoções no círculo familiar.

Atendi uma família que a criança estava apresentando muita agressividade na escola, não estávamos encontrando as causas da raiva, das agressões físicas, dos desenhos de monstros. Foi então que em uma conversa só com a mãe eu mudei a pergunta, em vez de perguntar como estava o menino, perguntei como ela estava.

Ela começou a falar da dificuldade que o casal estava passando, as coisas começaram a ficar claras e as agressões começaram a fazer sentido. Contou algumas situações que desestabilizaram tanto o casal quanto o emocional da família.  

O mais importante nessas situações é que cada família encontre nisso uma possibilidade de aprender. Aprender a fazer diferente, aprender a ouvir as crianças sem que seja por meio da fala, aprender a sentir o que essas crianças querem dizer com essa agressividade e que isso tudo é uma forma deles expressarem seus sentimentos. Por isso fiquem atentos a eles, mas também em vocês mesmo.

 

Imagem: Freepik

Criançário
Beatriz Cornelsen
Beatriz Cornelsen Seguir

Beatriz Cornelsen Boscardin é formada em Educação Física pela UFPR, Especialista em Psicomotricidade Relacional. É diplomada como supervisora em Psicomotricidade Relacional.

Ler matéria completa
Indicados para você