[ editar artigo]

Como se formam os hábitos

Como se formam os hábitos

Nossos hábitos se formam na infância e permanecemos com eles ao longo de nossas vidas. Dessa forma é importante que saibamos contribuir com nossas crianças para que elas já formem seus hábitos de maneira saudável.

Uma das formas de se conseguir formar hábitos saudáveis é estabelecendo uma boa rotina em casa para que seus filhos e filhas pratiquem e entendam como isso irá beneficiá-los. É fácil de entender, para que um hábito se forme, você precisa ter um ganho posterior. Escovar os dentes trará uma sensação de frescor na boca; dirigir me permite maior autonomia entre tantas coisas; O hábito saudável te liberta. A partir do momento em que você já sabe dirigir, você fica livre para não precisar mais pensar em dirigir, só dirige. É libertador. Mas da mesma maneira que criamos hábitos saudáveis também criamos os que não são tão saudáveis. Observamos as crianças hoje em dia com dificuldade em esperar. Ficam ansiosas e imediatamente pedem o celular. O corpo acostuma com  a necessidade de ter sempre algo em mãos. Os hábitos são poderosos, eles criam anseios neurológicos que despertam o processo todo.

Com base no livro “O Poder do Hábito”, segue um breve resumo para sua reflexão.

Os cientistas dizem que os hábitos surgem porque o cérebro está o tempo todo poupando esforço. Hábitos permitem que nossas mentes desacelerem com mais frequência.

O cérebro eficiente nos permite parar de pensar em comportamentos básicos, tais como andar, escovar os dentes, de modo que podemos dedicar energia para inventar sistemas, aviões, vídeo games, etc...

Mas preservar o esforço mental é difícil, pois nossos cérebro desliga no momento errado, talvez deixamos de notar algo importante.

Por isso desenvolvemos um sistema inteligente para determinar quando devem permitir que o hábito assuma o comando.

Nossos hábitos se formam nesse processo dentro do nosso cérebro, em 3 estágios:

01 – DEIXA: estímulo que manda seu cérebro entrar em modo automático.

02 – ROTINA: que pode ser física, mental ou emocional.

03 – RECOMPENSA: ajuda seu cérebro saber que vale a pena memorizar esse loop específico para o futuro.

Eles podem ser Ignorados; Alterados ou Substituídos. Quando um hábito surge, o cérebro para de participar totalmente da tomada de decisões, a não ser que você LUTE, e encontre novas rotinas.

Nosso cérebro não sabe diferenciar se o hábito é bom ou ruim, por isso se você tem um hábito ruim ele estará sempre ali à espreita, esperando as deixas e recompensas certas.

Dessa forma eles podem ir e vir, por isso é importante identificar quais os hábitos que precisamos mudar para termos a vida mais organizada e feliz.

Esse pequeno resumo foi feito em parceria com minha amiga psicóloga Josiane Leal.

 

Para saber mais a respeito sugiro a leitura do livro “O Poder do Hábito” de Charles Duhigg

Criançário
Beatriz Cornelsen
Beatriz Cornelsen Seguir

Beatriz Cornelsen Boscardin é formada em Educação Física pela UFPR, Especialista em Psicomotricidade Relacional. É diplomada como supervisora em Psicomotricidade Relacional.

Ler matéria completa
Indicados para você