[ editar artigo]

A escolha da escola

A escolha da escola

 

Um dos momentos de grande ansiedade principalmente das mães, é o momento da escolha da escola para seus filhos e filhas. Questionamentos surgem sem que necessariamente venham acompanhados de boas respostas.

Vou tentar colocar aqui alguns pontos importantes para que sejam pensados e observados na hora da escolha da escola.

Para mim, o principal ponto é que a escola deve ter os valores e ideais que você acredite ser o certo para a formação de seu filho. Seu filho terá professores, coordenadores, diretores, todo o corpo docente da escola contribuindo para sua educação global.  

Ele vai aprender muito mais que os conteúdos obrigatórios exigidos pelo MEC. Ele vai aprender a fazer amigos, a resolver seus problemas, a enfrentar situações diárias com responsabilidade. A escola deve ser um lugar de relações, relações estas os acompanharão para o resto de suas vidas.

Procure saber qual é a proposta pedagógica da escola. É baseada nesta proposta que os profissionais passarão o conhecimento aos seus filhos Segundo a revista nova escola:

“A proposta pedagógica é a identidade da escola: estabelece as diretrizes básicas e a linha de ensino e de atuação na comunidade”. Ela formaliza um compromisso assumido por professores, funcionários, representantes de pais e alunos e líderes comunitários em torno do mesmo projeto educacional.”

http://revistaescola.abril.com.br/planejamento-e-avaliacao/planejamento/proposta-pedagogica-planejamento-bases-sucesso-escolar-424816.shtml

 

Outro ponto importante é o acesso dos pais na escola. Considero adequado que a escola tenha horários que permitam a entrada dos pais na escola, levar e buscar na sala, encontrar os pais dos colegas de seu filho, cumprimentar a professora, olhar os trabalhos de seu filho expostos, entre outras coisas. A escola é um espaço de convivência diária do seu filho, você faz parte desta comunidade escolar, poder partilhar disto é muito importante.

 

Outros pontos também precisam ser observados, como:

 

  • Limpeza e higiene: em qualquer escola que você for, observe como são os banheiros, os lixos do berçário, a cantina. Se as funcionárias usam tocas na cozinha e seguem as normas da vigilância sanitária.
  • Número de crianças por turma: Na educação infantil observe se o número de crianças é adequado ao quadro de professores e auxiliares. Em alguns casos tem mais de 6 crianças para cada adulto cuidar. É demais.
  • Formação dos profissionais: observe se são graduados e prontos para assumirem suas funções na escola.
  • O tempo livre: o tempo que elas brincam é de fundamental importância para o desenvolvimento e aprendizagem na fase da educação infantil. Criança que não brinca não aprende.

 

Além dessas dicas, fique atenta a seu instinto, quando você sentir que achou, essa é a escola certa para seu filho!

 

Para saber mais:

Portal do MEC: http://portal.mec.gov.br/index.php?option=com_content&view=article&id=12245&Itemid=277

Revista nova escola:

http://revistaescola.abril.com.br/creche-pre-escola/?pre-escola---4-e-5-anos

 

Boa escolha!

 

BEATRIZ CORNELSEN BOSCARDIN

Formada em Educação Física pela UFPR. Especialista em Psicomotricidade Relacional, começou sua trajetória profissional com o corpo em movimento em 1986 com o Ballet Clássico, dando aulas para crianças. Trabalhou como supervisora, coordenadora de educação infantil e, ainda, como coordenadora do ensino fundamental do 1º ao 5º ano na escola Terra Firme. Atualmente está escrevendo um livro sobre trabalho pedagógico por meio de projetos, e dedica-se ao trabalho com a psicomotricidade relacional.

Outras propostas:

  • Consultoria educacional
  • Psicomotricidade Relacional Clínica
  • Orientação familiar
  • Oficina do Brincar

 

Beatriz Cornelsen Boscardin

Psicomotricista Relacional

Fone: 419926-8785

beabrincar@gmail.com

 

Imagem: Freepik

Criançário
Beatriz Cornelsen
Beatriz Cornelsen Seguir

Beatriz Cornelsen Boscardin é formada em Educação Física pela UFPR, Especialista em Psicomotricidade Relacional. É diplomada como supervisora em Psicomotricidade Relacional.

Ler matéria completa
Indicados para você